quarta-feira, 24 de agosto de 2011

HPV e Infertilidade

O HPV, papiloma vírus humano, vem sendo estudado há anos no seu papel como fator causador do câncer do colo do útero. Além disso, suas manifestações, como verrugas genitais, já são há muito tempo compreendidas.  Sabe-se também de sua ação no desencadeamento do câncer de pênis.
Evidências vêm apontando uma relação do HPV com a fertilidade humana.
Um recente estudo publicado pela Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva demonstrou resultados alarmantes. Foi estudada a possível relação entre a presença do HPV em casais submetidos à FIV (Fertilização in Vitro) e menores taxas de sucesso neste procedimento.  Como conclusão, o estudo demonstrou que as taxas de gravidez não foram afetadas pela presença do HPV, porém nos casais em que a mulher ou sobretudo o homem apresentavam HPV, as taxas de abortamento foram estatisticamente maiores que no grupo sem a presença do HPV. Além disso, quando tanto o homem quanto a mulher eram portadores do HPV as taxas de abortamentos foram maiores ainda.
Assim, estabeleceu-se uma relação positiva entre a presença do HPV e uma maior taxa de abortamento.
A principal hipótese seria que a presença do HPV no óvulo e sobretudo no espermatozóide provocaria alterações nos genes do embrião e com isso afetariam o desenvolvimento do mesmo.
Assim, o HPV desempenha um papel negativo na fertilidade humana. Muito embora esses resultados tenham sido demonstrados em casais submetidos à FIV, podemos supor que em gestações naturais esse efeito deletério também possa acontecer.
Portanto, mais do que nunca, medidas preventivas devem ser incentivadas, como: a vacinação em massa para HPV em jovens de ambos os sexos, o uso de preservativos e a instituição de uma eficiente, precoce e continuada educação sexual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário