segunda-feira, 14 de maio de 2012

Uso de Anticoncepcionais Hormonais e Fertilidade

Um grande mito que paira no ar, quando se fala sobre o uso de anticoncepcionais hormonais, por longos períodos ou por períodos contínuos (isto é, o uso sem pausa) é com relação a interferência na fertilidade feminina.


As evidências atuais mostram que por mais prolongado que seja o uso de qualquer tipo de anticoncepcional hormonal, em qualquer via de uso (oral, transdérmico, vaginal, injetável, implante ou intrauterina) , não existe uma interferência direta ou indireta na fertilidade.

Da mesma forma, o uso estendido (sem pausa) ou o uso de métodos que mantenham a paciente em amenorréia (sem menstruação) também não interferem na fertilidade.

Entretanto, algumas vezes, usos prolongados de anticoncepcionais de depósito, como o trimestral injetável, podem induzir a um retorno mais demorado da menstruação (leia-se ovulação), e assim a uma demora no retorno à fertilidade, mas sem diminuir a mesma. 

Portanto, as evidências científicas atuais demonstram que o uso de anticoncepcionais hormonais não interfere na fertilidade da mulher, mesmo que este uso seja por longos períodos (anos)  e/ou com a interrupção da menstruação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário