segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Antes do tratamento oncológico é importante preservar a fertilidade


Com os avanços da medicina mulheres e homens com diagnóstico precoce de câncer, em idade fértil, têm conseguido preservar sua fertilidade com tratamento rápido e seguro, mesmo antes da quimioterapia e/ou radioterapia.


O tratamento oncológico é um dos fatores que podem levar a infertilidade, dependendo da intensidade e frequência do tratamento, os sistemas reprodutivos de homens e mulheres podem ficar totalmente comprometidos.

Atualmente os tratamentos de preservação da fertilidade contam com técnicas avançadas, e dão aos pacientes o tempo hábil para iniciar os procedimentos quimioterápicos e radioterápicos.

Pesquisas recentes da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, revela que 70% dos oncologistas discutem perdas reprodutivas com seus pacientes, mas apenas 25% encaminham  pacientes para um especialista de fertilidade.

No Brasil, a preservação da fertilidade do paciente com câncer está aumentando, mas a conscientização entre os próprios médicos ainda é pequena. É preciso que os oncologistas deixem claro para as pacientes que a preservação da fertilidade também faz parte do tratamento do câncer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário