segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Orientação nutricional pode aumentar em até 2 vezes a chance de gravidez


Manter uma alimentação adequada é importante em qualquer momento das nossas vidas, principalmente, no período da gestação e quando os casais decidem ter um filho.

Uma pesquisa publicada, este ano, no Jornal Brasileiro de Reprodução Assistida (JBRA) revelou que pacientes que estão em tratamento de reprodução assistida e recebem orientação nutricional apresentam duas vezes mais chances de engravidar, em comparação às mulheres que não fazem o acompanhamento.

O estudo teve como objetivo avaliar a influência da alimentação nas chances de sucesso no procedimento de reprodução assistida. Participaram da pesquisa 60 casais, dos quais 28 não tiveram orientação nutricional e 32 passaram por consultas com nutricionistas.

As pacientes que tiveram orientação apresentaram duas vezes mais chances de engravidar do que o grupo que não passou pelas consultas.  A maneira como as mulheres se alimentam pode influenciar diretamente nas funções ovulatórias.  Uma má alimentação é capaz de desequilibrar a fisiologia da mulher e do homem também. Pacientes obesos, por exemplo, costumam apresentar uma menor produção de espermatozóides.



Nenhum comentário:

Postar um comentário