quinta-feira, 24 de julho de 2014

Idade Masculina também afeta a Fertilidade

Uma das muitas dúvidas de um casal que procura ajuda médica para engravidar é entender por que existem alterações nos espermatozóides, se aparentemente nada de errado é encontrado no homem.

A causa das alterações masculinas são muitas, mas pouco entendidas. Várias teorias tentam explicar como elas ocorrem e como podem provocar dano no DNA (material genético) do espermatozóide, com consequente alteração na produção ideal dos mesmos e ocasionando, portanto, uma redução do potencial reprodutivo masculino.

Pesquisadores canadenses e franceses avaliaram que fatores estariam mais associados às alterações no DNA dos espermatozóides. Os dados desta pesquisa foram publicados em junho de 2014 na Fertility and Sterility, a revista da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva.

Foram analisados homens que estavam sendo submetidos a tratamentos por infertilidade. 

Foi encontrada uma maior taxa de fragmentação (quebra, defeito na estrutura) do DNA nos homens que tinham uma quantidade reduzida de espermatozóides quando comparados aos que apresentaram uma quantidade normal dos mesmos.  Além disso, foi evidenciado mais dano no DNA de homens mais velhos e com espermatozóides mais lentos.

Um dado chamou à atenção, homens com uma quantidade acima do esperado de espermatozóides e uma movimentação excessiva destes, também, apresentaram mais alterações no DNA.

Dados de outros estudos sugerem que a taxa de dano ao DNA é duas vezes maior nos homens com mais de 45 anos, quando comparados com homens com menos de 30 anos, demonstrando que não são somente as mulheres que apresentam uma redução da fertilidade com o avançar da idade.

Os dados desta pesquisa nos levam a pensar que a idade seria um fator isolado de infertilidade masculina, portanto as recomendações para não se postergar muito uma gravidez, servem tanto pra mulheres, como para homens. 
A fertilidade caminha de mãos dadas com a idade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário