segunda-feira, 28 de julho de 2014

Obesidade causa infertilidade?


A obesidade é uma questão de saúde que interessa a todos, crescente em todo o mundo. No Brasil, é possível que mais da metade dos homens e mulheres em idade reprodutiva estejam acima do peso recomendado. Com a obesidade, problemas como disfunção sexual, diabetes, cardiopatias, hipertensão arterial e depressão podem surgir ou se agravar. Mas não são apenas esses os problemas: infertilidade, perdas gestacionais e outras complicações da gravidez podem estar relacionadas à obesidade masculina e feminina.

Embora não se compreendam completamente os mecanismos que ligam o excesso de peso à infertilidade, é possível que distúrbios hormonais sejam os principais causadores nas mulheres, com repercussões sobre a ovulação.

Recentemente, a obesidade foi destacada também como um fator isolado para problemas uterinos, como pólipos. Nos homens, a associação entre obesidade e infertilidade é ainda mais incerta; entretanto, além de dificuldades de ereção, os obesos podem ter espermatozóides menos saudáveis ou em menor quantidade.

Quando um ou ambos os parceiros são obesos, até mesmo o sucesso em tratamentos da infertilidade pode estar diminuído. Por isso, embora o excesso de peso não seja impedimento para o tratamento, medidas para perda de peso devem fazer parte da orientação pré-terapêutica. Destaca-se um estudo recém-publicado, em que a chance de engravidar e ter o bebê por fertilização in vitro foi três vezes maior para mulheres obesas praticantes de atividade física regular quando comparadas às sedentárias e, importante, o aumento da chance ocorreu de forma independente da perda de peso!

Ao tentar responder à pergunta que dá título a este post, ainda esbarramos em hipóteses, mas tudo indica que a relação existe. Certamente, se você está acima do peso e deseja engravidar, o acompanhamento multidisciplinar com vistas a mudar a situação será um passo importante para uma gravidez saudável, contando, é claro, com a assistência do nutricionista e do educador físico para que as modificações do estilo de vida sejam efetivas e definitivas.

Texto escrito pelo Dr. Bruno Ramalho, publicado este mês na Fanpage - Entenda a Infertilidade Conjugal, acesso pelo link abaixo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário