domingo, 27 de julho de 2014

Vitamina D no tratamento dos Ovários Policísticos

A SOP, Síndrome dos Ovários Policísticos é a alteração hormonal mais comum em mulheres durante a vida reprodutiva. Uma das principais alterações provocadas pela SOP é a elevação da resistência à insulina (hormônio produzido pelo pâncreas para metabolizar o açucar), assim existe uma maior dificuldade de metabolização do açucar e portanto uma predisposição maior para o desenvolvimento do diabetes mellitus e de suas formas precursoras (a própria resitência à insulina e a intolerância à glicose). Estas alterações podem ter efeitos catastróficos na saúde, além de contribuirem também para piorar a ovulação e a qualidade do óvulo, diminuindo mais ainda a fertilidade, que na grande maioria das vezes, já se encontra diminuída pela dificuldade em se ovular que é típica dos ovários policísticos.

Estudos médicos têm associado a deficiência de vitamina D à uma maior resistência insulínica, a um maior peso, a um maior acúmulo de gordura corporal e a uma maior chance de disfunção ovulatória em mulheres com SOP.

Baseado nestes achados, pesquisadores da Universidade da Pennsylvania, realizaram uma pesquisa que foi publicada em junho de 2014 na revista mensal da ASRM (Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva), para tentar avaliar as relações entre a suplementação de vitamina D e um melhor controle do metabolismo dos carboidratos (açucares) em pacientes com ovários policísticos.

Os resultados desta pesquisa demonstraram que há uma tendência de redução dos níveis de insulina e glicemia quando ocorre a suplementação da vitamina D em mulheres com SOP e com deficiência de vitamina D, muito embora, esta pesquisa não tenha demonstrado uma redução da resistência à insulina. 

Esses dados apontam para mais um provável efeito benéfico da vitamina D na fertilidade feminina, em especial de mulheres com ovários policísticos e alterações do metabolismo dos açucares. 
Se esse efeito é realmente palpável ou não, só o futuro nos dirá, mas não custa nada manter os níveis de vitamina D dentro dos limites da normalidade. Para isso é preciso uma maior exposição ao sol, uma dieta balanceada e a suplementação desta vitamina quando for necessário.






Nenhum comentário:

Postar um comentário