domingo, 31 de agosto de 2014

Consumo excessivo de açucar afeta espermatozóides


Os atuais hábitos alimentares tendem a uma ingestão aumentada de carboidratos (açucares) e como se sabe o excesso de açucar afeta todo o metabolismo, parecendo, também, interferir na fertilidade de homens e mulheres.

Nos homens, a produção dos espermatozóides pode ser prejudicada pelo consumo excessivo de carboidratos.

Pesquisadores de Harvard e da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, realizaram um estudo para identificar que alterações o açucar, consumido em grande quantidade, provocaria nos espermatozóides. Essa pesquisa foi publicada em julho deste ano na Human Reproduction, a publicação mensal da Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia.

Foi analisado o consumo de bebidas com alto teor de açucar, como: refrigerantes cafeinados ou não (visto que o excesso de cafeína também parece afetar os espermatozóides) e chás gelados, em homens entre 18 e 22 anos, portanto em homens jovens.

Os resultados desta pesquisa demonstraram que quanto maior o consumo de bebidas com altas concentrações de açucar menor a motilidade progressiva (movimentação ativa) dos espermatozóides, este dado aconteceu independente do nível de cafeína, ou seja, o açucar assim como a cafeína em excesso parecem provocar uma diminuição na movimentação dos espermatozóides.

Os mecanismos pelos quais o consumo excessivo de açucar afeta a motilidade seminal ainda não são completamente compreendidos, mas acha-se que a resistência insulínica (dificuldade do hormônio insulina em metabolizar o açucar) provocada pelo uso excessivo de carboidratos aumenta o estresse oxidativo (maior formação de radicais livres) inclusive a nível testicular, afetando a movimentação espermática. Além disso a obesidade que está associada ao consumo de carboidratos, também, contribui para uma menor motilidade espermática. A contaminação com substâncias químicas, como: bisfenol A e phtalates, presentes nos plásticos dos recipientes em que estão as bebidas, também podem contribuir para as alterações seminais. 

Em resumo, o excesso de consumo de açucares afeta profundamente a fertilidade humana. Nesta pesquisa específica, os efeitos deletérios foram observados na produção de espermatozóides móveis (competentes). 

Não existe segredo, uma dieta equilibrada e balanceada (hábitos de vida saudáveis), é a chave para a boa fertilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário