quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Cor dos olhos pode estar associada à Endometriose

A endometriose, uma patologia crônica, que causa dor pélvica e infertilidade é atualmente um dos grandes desafios da medicina, porque não se sabe a sua causa e não se sabe como tratá-la corretamente.

Diversas pesquisas vêm tentando buscar explicações para a origem da endometriose, suas causas e seus efeitos. As dúvidas são grandes e estamos longe de entender esta doença. 

Buscando decifrar tantos mistérios, um grupo de pesquisadores de Milão, na Itália, estudaram se existiam diferenças entre a cor dos olhos de pacientes com endometriose. Os dados foram publicados pela Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia, em outubro de 2014.

Eles acharam uma incidência maior de olhos azuis e menor de olhos marrons em pacientes com endometriose profunda (a que atinge orgãos, como: intestino e bexiga), quando comparado com pacientes sem endometriose. Em pacientes com endometriose no ovário não apresentaram nenhum padrão na cor dos olhos.

Existem duas explicações para tal achado, que podem ser importantes para as futuras pesquisas sobre endometriose. 

Primeiro, genes envolvidos no controle da cor da irís (região colorida do olho) podem estar envolvidos com os genes que são responsáveis pela capacidade de invasão da endometriose. 

Segundo, o cor azul dos olhos pode ser o indicador de uma maior sensibilidade à luz solar, fazendo com que essas pacientes tenham menos exposição ao sol e levando a uma redução da vitamina D corporal. Algumas pesquisas recentes têm demonstrado que a deficiência desta vitamina está relacionada ao desenvolvimento da endometriose.
Como se vê, uma doença cheia de mistérios e enigmas. Infelizmente, ainda estamos há anos de solucionar tantas questões.

                                            Um Feliz Natal a todos!!!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário