quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Tipo Sanguíneo x Reserva Ovariana


Vários estudos vêm, nos últimos anos, demonstrando uma possível associação entre o tipo sanguíneo e a fertilidade feminina.

Uma pesquisa, realizada em 2011, demonstrou que mulheres com tipo sanguíneo O teriam uma probabilidade maior de apresentar uma reserva ovariana (quantidade de óvulos) diminuída quando comparadas com mulheres com outros tipos de sangue. O exato mecanismo que poderia explicar essa relação não é claro. Talvez alterações em determinados genes que se localizam perto dos genes determinantes do tipo sanguíneo.

Entretanto, algumas pesquisas posteriores, de 2013, não encontraram relações entre os tipos de sangue e reserva ovariana. Além disso, um estudo mais recente, publicado em dezembro de 2014, na Fertility and Sterility, a revista da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, demonstrou que mulheres com tipo sanguíneo O apresentariam menos risco para apresentar uma reserva ovariana diminuída, este estudo foi realizado na China.

A controvérsia a respeito deste assunto é grande. O objetivo das pesquisas é tentar encontrar respostas, tentar definir fatores que possam diminuir mais rapidamente a quantidade de óvulos e portanto fertilidade da mulher. 

Sabe-se que a reserva de óvulos cai progressivamente com o envelhecimento, a principal e mais importante saída para se evitar uma baixa reserva ovariana é não postergar demais a gravidez. 

O auge da fertilidade feminina ocorre aos 25 anos, após essa idade, ocorrerá uma queda da reserva ovular, o que se intensificará muito após os 35 anos. Entretanto, esta queda mais acentuada pode ocorrer antes dos 35. Se identificarmos as causas que levariam a uma queda precoce da quantidade de óvulos, poderíamos intervir e conseguir preserva a fertilidade, seja por uma antecipação de uma gravidez, seja pelo congelamento de óvulos ou embriões. 

No entanto, a melhor maneira de se evitar esse tipo de problema é não se postergar muito a gravidez. A idade feminina é um fator extremamente importante e primordial para uma boa fertilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário