terça-feira, 31 de março de 2015

Bisfenol A aumenta risco de Endometriose

Muito já falamos, aqui nesse blog, sobre os malefícios do bisfenol A (BPA) para a fertilidade humana. O BPA é uma substância desrreguladora hormonal e apresenta uma forte ação estrogênica (o estrógeno é o hormônio feminino) e portanto antiandrogênica (os andrógenos, como a testosterona, são os hormônios masculinos). Uma maior exposição a esta substância pode provocar alterações em óvulos e espermatozóides e portanto diminuir a fertilidade. 

O bisfenol A é um dos principais componentes dos materiais plásticos que usamos no nosso dia-a-dia. Por ser muito barato, resistente e não se alterar com o tempo, o BPA se tornou a substância química mais produzida no mundo. Cerca de 70% de sua produção (3.4 milhões de toneladas ao ano) é usada na produção de plásticos policarbonados e 20% é usado para cobrir a superfície interna de latas metálicas que armazenam bebidas e comidas, ou seja, está presente em diversos depósitos de alimentos, podendo assim contaminar facilmente os mesmos. Outro problema ocorre quando esta substância é aquecida, sofrendo reações e podendo provocar alterações endócrinas e matabólicas em nosso corpo. 

Como o bisfenol A tem uma grande atividade estrogênica, tem-se tentado associar a sua alta exposição ao desenvolvimento da endometriose, uma doença estrógeno dependente. 

Baseado nisso, pesquisadores da Universidade de Washington, Seattle, realizaram uma pesquisa para demonstrar a influência do bisfenol A no desencadeamento da endometriose. 

Os resultados dessa pesquisa demonstraram uma associação positiva entre altos níveis de bisfenol A na urina e endometriose pélvica não ovariana, entretanto não foi observada nenhuma associação entre essa substância e endometriose ovariana. 

Isso demonstra que o bisfenol A parece afetar as interações hormonais fisiológicas do endométrio, o que pode promover a persistência de um refluxo de tecido endometrial pelas trompas e consequentemente promover a endometriose peritoneal. 

Essa é mais uma teoria e mais uma das possíveis causas da endometriose, uma doença crônica e de difícil controle. Mais ainda, o bisfenol A parece realmente afetar da várias maneiras a fertilidade humana, visto que, a endometriose é uma das principais causas de infertilidade. 



domingo, 29 de março de 2015

Fumar pode diminuir vesículas seminais


O ato de fumar parece afetar a fertilidade humana, isto é fato. Nos últimos anos, diversas pesquisas têm associado o tabagismo a uma menor capacidade fértil.

Em homens, o fumo parece prejudicar a qualidade e a quantidade de espermatozóides, muito embora em alguns estudos homens tabagistas tenham apresentado um aumento dos níveis de testosterona, o hormônio masculino responsável pela produção dos espermatozóides.

Baseado nessas divergências entre os estudos, pesquisadores da Universidade de Florença e Nápoles, na Itália, realizaram uma pesquisa para avaliar os efeitos do fumo na fertilidade masculina. Os dados deste estudo foram publicados neste mês (março de 2015), na Human Reproduction, o jornal da ESHRE (Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia).

Foram avaliados 109 homens fumantes, que foram comparados a 229 homens que nunca fumaram e a 56 ex-fumantes.

Os tabagistas apresentaram um menor volume de sêmen na ejaculação e um menor volume da vesícula seminal (orgão que produz substâncias necessárias para sobrevivência dos espermatozóides), entretanto apresentaram um maior nível de testosterona. Um paradoxo, mas com dados sugerindo efeitos negativos nos orgãos genitais masculinos, com redução do tamanho de um orgão fundamental para um bom volume e qualidade seminais.

Fumar não combina com fertilidade, aliás não combina com saúde.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Gravidez aos 50 anos após Fertilização in Vitro

Em fevereiro deste ano, um grupo de pesquisadores do Instituto de Medicina Reprodutiva de Kolkata, na Índia, apresentou ao mundo um caso de nascimento de criança viva e sadia após fertilização in vitro (FIV) em uma mulher de 50 anos. Esse caso foi publicado na Fertility and Sterility, a revista da ASRM (Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva). 

Esse é um importante relato, dada a sua raridade.

A fertilidade feminina diminui com a idade, disso ninguém duvida. A queda mais acentuada começa a acontecer por volta dos 32-35 anos, com uma queda vertiginosa após os 37 anos, com a fertilidade chegando perto de zero aos 45 anos. 

Sabemos que após os 45 anos, uma gravidez natural e um nascimento de uma criança viva e saudável é um evento raro e que mesmo após os tratamentos de reprodução assistida, como a FIV, as chances ainda são bem pequenas. 

Havia um relato de gravidez com nascimento vivo, após FIV, em uma mulher de 46 anos, agora surge este em uma mulher de 50 anos, um caso único na literatura médica. O nascimento deu-se por uma cesariana com 35 semanas de gestação e o recém-nascido pesou 2,3 kg.

Este foi um caso raro e até hoje único, demonstrando que pouquíssimas mulheres (geneticamente privilegiadas) ainda podem apresentar bons óvulos em idades avançadas. Casos como este servem para que possamos pensar e sempre considerar a hipótese de tentar uma FIV em mulheres após os 42/44 anos, muito embora saibamos que as chances são muito reduzidas e que muitas dessas mulheres só conseguirão engravidar com óvulos doados. 

É extremamente necessário que se esclareça que após os 35 anos a fertilidade cai muito rapidamente e que é preciso pensar em engravidar ou em preservar a fertilidade, por meio de congelamento de óvulos e/ou embriões, antes que seja tarde demais. 

A medicina reprodutiva tem permitido avanços importantes, mas os tratamentos são amplamente limitados pela idade do casal, em especial pela idade da mulher.
É fato, a idade da mulher é fundamental!!!

quinta-feira, 26 de março de 2015

Acne e Endometriose - Relações

A presença de acne grave em adolescentes pode estar associada à presença de endometriose durante os anos de vida reprodutiva. A ligação teria uma base genética, com alterações em um mesmo local do cromossomo 24 (região 8q). As duas doenças seriam fruto de alterações nesta determinada área. Para testar esta hipótese, cientistas de Harvard realizaram uma pesquisa e a divulgaram em novembro de 2014, na Human Reproduction, o jornal mensal da Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia.

Foram estudadas 88.623 adolescentes, destas 7,95 % tinham acne grave. Foi achada uma associação estatisticamente significante entre a presença de acne grave e endometriose diagnosticada por laparoscopia. Além da teoria genética, o excesso de hormônios masculinos, os andrógenos, que se encontra muito associado à acne grave, pode levar a um excesso de estrógenos, hormônios que estão diretamente ligados ao desenvolvimento e manutenção da endometriose, mais ainda, o excesso de estrógenos, também, parece causar mais acne. Outra hipótese seria a de uma disfunção do sistema imune que poderia originar ambas as doenças.

A importância de se entender tais relações está no fato de se poder rastrear e diagnosticar mais precocemente uma doença como a endometriose, que muitas vezes demora anos para ser diagnosticada. Assim, a acne grave pode vir a ser no futuro um marcador que aumentaria a capacidade de diagnosticar a endometriose, uma doença crônica de difícil manejo e causadora de dor pélvica crônica e infertilidade.

Parece haver uma ligação entre essas duas patologias, que, em geral, se desenvolvem na mesma idade. 

Portanto, esta pesquisa concluiu que houve um aumento do risco de endometriose entre mulheres com história de acne grave na adolescência. Surge, quem sabe, mais uma faceta da endometriose.

sábado, 21 de março de 2015

Ayrton Senna - Legado

Mclaren MP4/4 - 1988

Faria 55 anos hoje, mas ele se foi demasiado cedo, no auge, na ponta, na liderança. Que seu legado se perpetue e que sua força, vontade e coragem sirvam de exemplos para todos nós.

Obrigado, Ayrton!!!


domingo, 8 de março de 2015

8 de Março - Dia Internacional da Mulher




Minha singela homenagem a todas vocês que tornam o nosso mundo um lugar bem mais alegre e belo de se viver!!!

Parabéns e obrigado!!!